26 de jan de 2016

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 5 - 33ª EDIÇÃO



NESTA EDIÇÃO: TEPEQUÉM INTERNATIONAL JAZZ FESTIVAL, VICTOR PIUM, RODRIGO MEBS, SUP PRAIA SOM, DYMERSON ANDRADE, NAYANE MAIA, BARBIE DANTAS, FRANKLIN LIMA, LIBER UCHÔA, THE JOY, SCARLEY, JERRY LEE LEWIS, EAGLES OF DEATH METAL.
________________________________________________________________________

ABRE A CONTA
Bom dia rocker! A última edição da coluna Roraimarocknroll de janeiro traz para o nosso leitor as últimas novidades do rock do extremo norte do Brasil. Saiba quem foi Scott Weiland, um dos maiores vocais do rock mundial dos anos 90. Confira nossa dica de literatura com uma biografia sensacional de um dos pais, e ainda nossa trip pelas redes sociais contando e compartilhando os últimos acontecimentos do rock roraimense. Janeiro está lindo e cheio de novidades sobre o rock macuxi, e nosso leitor fica sabendo primeiro aqui, no espaço rock do nosso jornal. Seja bem vindo à coluna Roraimarocknroll, porque a história do rock você lê primeiro aqui! Boa Leitura, e ótima terça-feira! Let’s go! - Victor Matheus.
________________________________________________________________________

TEPEQUÉM INTERNACIONAL 
JAZZ & BLUES FESTIVAL 

*Créditos: Dymerson Andrade 
VICTOR PIUM confirmado no Festival
Nos próximos dias 6 e 7 de fevereiro, o PLATÔ2112 realiza o III TEPEQUÉM INTERNACIONAL JAZZ & BLUES FESTIVAL, na Serra do Tepequém. Este ano o festival contará com shows das bandas venezuelas Bolivar Blues, Blues del Sur, Orinoco Quartet, a banda amazonense Fortune, e as bandas roraimense Victor Pium & Caxiri Atômico, Sérgio Barros Trio e Regiojazz. A arte do festival este ano leva uma obra plástica do Mestre Paulo Artal. Bora lá? #plato2112 #tepequémfestival 
________________________________________________________________________

MOMENTO POLAROID 
*Créditos: Dymerson Andrade
Pelas lentes de Dymerson Andrade, a história do rock roraimense é contada... O registro é do poeta rodrigo Mebs no evento SUP PRAIA SOM, promovido pelo Clã Cultural Makunaima dia 16 de janeiro de 2016 na Praia do Caçari... Uma bela imagem digna de polaroid! #polaroid #caxiriatômico 
________________________________________________________________________

ROCK LIST 
*Créditos: Arquivo Pessoal
A gilr rocker Nayane Maia, 
escolhe cinco músicas essenciais na sua #RockList. Confira: 

1. Roadhouse Blues (The Doors) 
2. Highway to hell (ACDC) 
3. Born to be wild (Stepenwolf) 
4. Rock and Roll (Led Zeppelin) 
5. Your possible pasts (Pink Floyd) 
________________________________________________________________________

INSTAROCK
A semana do rock roraimense no Instagram

#BarbieDantas 
Siga @barbiedantas_ 

#FranklinLima 
Siga @franklindrums 

#LiberUchôa 
Siga @liberuchoa 

Siga o Instagram do Blog Roraimarocknroll @roraimarock 
________________________________________________________________________

RORAIMAROCK INDICA
Confira os perfis e páginas que você deve acompanhar nas redes sociais 

#The Joy 

#Scarley 
________________________________________________________________________

DISCO
*Créditos: Universal
ZIPPER DOWN (Eagles of Death Metal) - Pela primeira vez, um disco do Eagles of Death Metal ganha edição nacional. Zipper Down (Universal) chegou ao nosso mercado dias antes do terrível atentado em Paris durante um show da banda, tragédia que a colocou na boca do mundo. Neste quarto álbum, o duo formado por Jesse Hughes e Josh Homme volta produzir rock lascivo e cafajeste, daquele que te pega e não telefona no dia seguinte. “Complexity”, registrada antes no CD solo de Hughes (usando a alcunha Boots Electric), abre o trabalho pregando que tudo é mais fácil quando não há complexidade. Os momentos inusitados são a cover rústica do Duran Duran (“Save a Prayer”) e uma faixa mais soturna, que até lembra o Queens of the Stone Age de Homme (“Skin Tight Boogie”). Que o banho de sangue no Bataclan não apague a chama da banda e possamos vê-la em ação no próximo Lollapalooza, com o mesmo joie de vivre das apresentações que fizeram em São Paulo (2007) e Brasília (2009). (por JOSÉ FLÁVIO JUNIOR)
________________________________________________________________________

LIVRO
*Créditos: Edições Ideal
JERRY LEE LEWIS – SUA PRÓPRIA HISTÓRIA (Rick Bragg) - O cantor e pianista Jerry Lee Lewis completou 80 anos no último mês de setembro. É um autêntico milagre que ele ainda esteja vivo, já que Lewis se envolveu em incontáveis encrencas e passou por inúmeros problemas de saúde. Esta biografia do músico conta todos os fatos que são amplamente conhecidos pelo público, mas tem um grande diferencial: tudo é visto sob o ponto de vista do próprio Lewis. O autor, Rick Bragg, que ganhou um prêmio Pulitzer em 1996, passou uma temporada com o lendário músico. Lewis reportou para ele todos os altos e baixos que viveu com um misto de honestidade, orgulho e arrogância. (por Paulo Cavalcanti)
________________________________________________________________________

QUE FOI SCOTT WEILAND?
*Créditos: Musictimes
Scott Richard Kline, mais conhecido como Scott Weiland (27 de outubro de 1967, San Jose, Califórnia - 3 de dezembro de 2015, Bloomington, Minnesota) foi um músico, vocalista e compositor norte-americano. Ex-vocalista do grupo Velvet Revolver, ficou conhecido mundialmente como líder da banda Stone Temple Pilots. Começou sua turbulenta carreira na música como vocalista da banda Mighty Joe Young em 1985, que tocavam em bares por todo o sul da California, de Los Angeles a San Diego. A reputação da banda foi crescendo até que assinam com a gravadora Atlantic e rebatizam a banda Stone Temple Pilots. No dia 3 de dezembro de 2015, Weiland foi encontrado morto por seu empresário em seu ônibus de turnê em Minnesota nos EUA. Scott Weiland, morreu de uma overdose de cocaína, MDA (drogas sintéticas) e álcool. A autópsia determinou que o facto de o cantor sofrer de asma e de ter problemas cardíacos também contribuiu para o desfecho.
________________________________________________________________________ 

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com 

PUBLICAÇÃO 
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 5 
33º EDIÇÃO | 26/01/16

19 de jan de 2016

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 5 - 32ª EDIÇÃO


NESTA EDIÇÃO: JÚPITER MAÇÃ, TEPEQUÉM JAZZ FESTIVAL, PLATÔ2112, REGIOJAZZ, BUTECO DA CERVA, SUP PRAIA SOM, DECO CURUMIN, CAXIRI ATÔMICO, KAAH FREIRE, WINDER PORTO, RAFAEL MANTESSO, ARMANDO ALMEIDA, LOS PORONGAS, ESTADO DE COMA, HELLS ANGELS.
________________________________________________________________________

ABRE A CONTA
Bom dia rocker! A coluna de hoje traz para o nosso leitor as últimas novidades do rock do extremo norte do Brasil. Tem pico novo de rock na cidade, a próxima edição do Festival de Jazz na Serra do Tepequém. No baú do rock , contamos a história de Júpiter Maçã, e ainda rola nossa trip pelas redes sociais contando e compartilhando os últimos acontecimentos do rock roraimense. Janeiro está lindo e cheio de novidades sobre o rock macuxi, e nosso leitor fica sabendo primeiro aqui, no espaço rock do nosso jornal. Seja bem vindo à coluna Roraimarocknroll, porque a história do rock você lê primeiro aqui! Boa Leitura, e ótima terça-feira! Let’s go! - Victor Matheus.
________________________________________________________________________

QUE FOI JUPITER MAÇÃ? 
*Créditos: André Peniche
FLÁVIO BASSO, também conhecido como Júpiter Maçã ou Jupiter Apple (Porto Alegre, 26 de janeiro de 1968 — 21 de dezembro de 2015), foi um cantor, compositor e cineasta. Referência fundamental do rock gaúcho, foi fundador das bandas TNT e Os Cascavelletes, que influenciaram toda uma nova geração de bandas gaúchas dos anos 90 em diante. Em carreira solo, foi reconhecido com um dos ícones da psicodelia brasileira , ao trazer um novo grau de experimentalismo ao rock nacional, com o disco "A Sétima Efervescência", eleito pela revista Rolling Stone Brasil um dos "100 maiores discos da música brasileira". Em 21 de dezembro de 2015, Júpiter foi encontrado com fraturas na cabeça e caído no banheiro de sua residência. O serviço de emergência foi acionado, mas o músico veio a falecer em sua casa. Com a saúde frágil e em tratamento por conta de uma cirrose e de complicações devido ao uso de drogas, ele sofreu uma falência múltipla dos órgãos. De acordo com sua mãe, ele morreu após sofrer um infarto agudo do miocárdio durante o banho. Para Frank Jorge, parceiro da época d'Os Cascavelletes e também uma referência no rock gaúcho, Flávio Basso deixa um grande legado como compositor e como criador: "um criador incansável, um cara que fugia totalmente dos lugares-comuns, da previsibilidade". 
________________________________________________________________________

TEPEQUÉM JAZZ & BLUES FESTIVAL 
*Créditos: Carolina Uchôa 
REGIOJAZZ confirmado no Festival
Nos próximos dias 6 e 7 de fevereiro, o PLATÔ2112 realiza o III TEPEQUÉM INTERNACIONAL JAZZ & BLUES FESTIVAL, na Serra do Tepequém. Este ano o festival contará com shows das bandas venezuelas Bolivar Blues, Blues del Sur, Orinoco Quartet, a banda amazonense Fortune, e as bandas roraimense Victor Pium & Caxiri Atômico, Sérgio Barros Trio e Regiojazz. A arte do festival este ano leva uma obra plástica do Mestre Paulo Artal. Bora lá? #plato2112 #tepequémfestival 
________________________________________________________________________  

BUTECO DA CERVA
*Créditos: Mundo Poison 
Com o encerramento dos trabalhos do Bar do Motoclube, conhecido na capital roraimense por agitar as noites de sexta-feira com shows ao vivo de rock, um grupo de amigos se organizou através do WhatsApp e colocou em prática o projeto ‘Buteco da Cerva’. Semanalmente bandas locais se reúnem pra fazer um som ao vivo no mais novo pico do rock autoral roraimense, localizado na Av. Manoel Felipe. 
________________________________________________________________________  

MOMENTO POLAROID 
*Créditos: Dymerson Andrade
Pelas lentes de Dymerson Andrade, a história do rock roraimense é contada... O registro é do baixista Deco Curumin, do Caxiri Atômico no evento SUP PRAIA SOM, promovido pelo Clã Cultural Makunaima dia 16 de janeiro de 2016 na Praia do Caçari... Uma bela imagem digna de polaroid! #polaroid #caxiriatômico 
________________________________________________________________________  

ROCK LIST
*Créditos: Arquivo Pessoal 
A girl rocker Kaah Freire, 
escolhe cinco músicas essenciais na sua #RockList. Confira: 

1 - The Beatles - Drive my car 
2 - The Clash - I fought the law 
3 - Ira! - Miss Lexotan 6mg 
4 - Blind Melon - Change 
5 - Os Mutantes – Baby 
________________________________________________________________________  

INSTAROCK
A semana do rock roraimense no Instagram

#Winder 
Siga @winder_sheeprock 

#Rafael_Mantesso 
Siga @rafaelmantesso 

#Armando_Almeida 
Siga @armandobass 

Siga o Instagram do Blog Roraimarocknroll @roraimarock 
________________________________________________________________________  

RORAIMAROCK INDICA
Confira os perfis e páginas que você deve acompanhar nas redes sociais 

#Los_Porongas 

#Estado_de_Coma 
________________________________________________________________________ 

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com 

PUBLICAÇÃO 
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 5 
32º EDIÇÃO | 19/01/16

18 de jan de 2016

BUTECO DA CERVA - NOVO POINT DE MÚSICA AUTORAL DEVE MOVIMENTAR AS NOITES DE SEXTA NA CAPITAL


“O Boteco Aberto" segue os moldes do ensaio aberto, 
evento realizado pelas bandas para divulgar novas produções

Com o encerramento dos trabalhos do Bar do Motoclube, conhecido na capital roraimense por agitar as noites de sexta-feira com shows ao vivo de rock, um grupo de amigos se organizou através do WhatsApp e colocou em prática o projeto ‘Boteco Aberto’. O primeiro encontro aconteceu na última semana e movimentou a Av. Manoel Felipe.

Seguindo a fórmula que parece ter dado certo, nA última sexta feira(15) as bandas Magnum, Musset e Dr. Yoko se reúniram no Boteco da Cerva para mais uma edição do ‘Boteco Aberto’.

Os shows teminício as 21h, mas o som mecânico começa mais cedo, com playlist escolhida pelo público, através da plataforma de streaming Spotify.

O proprietário do Boteco da Cerva é o músico Jacy Neto, guitarrista da banda Johnny Manero. “O Boteco Aberto" segue os moldes do ensaio aberto, evento realizado pelas bandas para divulgar as produções autorais locais.

O público de rock sente falta de lugares que valorizem as bandas autorais, que produzem e que não tem espaço para mostrar seu trabalho. O Boteco da Cerva é esse lugar e, semanalmente, estaremos de portas abertas para as bandas que querem mostrar seu som”, destacou.

AUTORAL NORTE ROCK - YOUTUBE DIVULGA BANDAS AUTORAIS DA REGIÃO NORTE


 Os programas vão ao ar aos sábados, apresentando bandas e artistas das mais diversas vertentes do rock’n’roll

Uma das plataformas mais utilizadas para conhecer e divulgar bandas é o Youtube. Diariamente artistas e bandas são lançados no site e chegam a lugares inimagináveis.

O ‘Autoral Norte Rock’ é um canal underground no Youtube que surgiu com o objetivo de divulgar o trabalho das bandas autorais da cidade de Manaus e também de toda a região norte.


O canal é alimentado diariamente pela equipe Paulo Shirokuma, Johnny Santana, Erick Moreira, Karidy Abreu e Dentrash.

Os programas vão ao ar todos os sábados, com revezamento de apresentadores, sempre apresentando bandas e artistas das mais diversas vertentes do rock’n’roll.

Já passaram pelo programa as bandas Numbness, Caos Devasta, The Mones, Nicotines, Epidemic, Antiga Roll, Infection, Shadows of Silence, Alma Nômades e Platinados.

As bandas que tiverem interesse em participar do canal podem entrar em contato com a equipe através do e-mail: 
shirokuma.luiz@gmail.com ou do site http://autoralnorterock.blogspot.com.br

15 de jan de 2016

COMPOSITOR - GEORGE FARIAS E A ARTE DE COMPOR MÚSICAS

(Fotos: Rodrigo Sales) 
O músico comemora o dia do compositor, 
lembrado mundialmente no dia 15 de janeiro 

Por Raisa Carvalho 

Um compositor é um profissional que trabalha escrevendo canções, podendo estas ser cantadas por outras pessoas ou por ele próprio. É ele quem dá vida à música, e detém os direitos autorais. Para homenagear a data, que é lembrada hoje em todo mundo, a Folha entrevistou o cantor e compositor George Farias. 

O músico comemora trinta anos dedicados a música profissionalmente, dedicação que teve início no Ceará, estado em que nasceu, durante a infância. A estreia nos palcos foi em uma apresentação na escola. “Era uma brincadeira, subir no palco e tocar para os colegas de sala de aula, um pouco mais velho, comecei a tocar nos bares de Fortaleza”, relembra. 

Segundo ele, a composição está com ele desde que nasceu, sua maior influência foi o seu irmão. “Ele compunha em casa, e só tocava as músicas dele, eu escutava aquilo e isso me influenciou”, contou. 

Ele chegou a Roraima em 1989, ao se deparar com as melodias roraimenses começou a homenageá-las em seus shows. 

“Naquela época, as pessoas não tinham o costume de ouvir os artistas roraimenses na noite, era algo novo, tocar em casas noturnas de Roraima. E ver que isso continua acontecendo é demais. Hoje, eu vejo músicas que compus sendo tocadas e regravadas por outros artistas. A sensação é como se a minha herança estivesse sido passada”, ressalta. 

Suas canções retratam influências do Caribe e do Nordeste, mesclando o sabor do Norte com um “groove caribenho”. Em sua carreira, Farias já lançou três álbuns. 

Até pouco tempo atrás, ele não se via como um compositor sendo tocado por outros artistas. Hoje, suas músicas “Solana Star” e “Casa do Caribe” fazem sucesso nas vozes de outros artistas como a amazonense Márcia Novo e a banda Jamrock. Célio Cruz e Hallyson Cristian também regravaram a música “Tomara”. “É emocionante, eu achava que nunca veria isso em vida”, relata. 

Processo de compor 

Para George, a composição musical é uma prática que representa um desafio, mas ao mesmo tempo é muito gratificante. “O compositor nunca para de compor. Gosto de criar em parceria também, já escrevi músicas com Eliakin Rufino, Bebeco Pujucan e Cacá Farias. É algo que irei fazer para o resto da minha vida”, disse. 

Songbook 

Entre os planos futuros do músico, está o lançamento de um ‘Songbook’, projeto realizado pela Fundação Ajuri da Universidade Federal de Roraima, que deve ser lançado ainda no primeiro semestre desse ano. O livro irá apresentar uma coletânea das principais músicas e partituras do cantor. A proposta do projeto é incentivar os artistas da terra.

13 de jan de 2016

FESTIVAL DE JAZZ REÚNE BANDAS NA SERRA DO TEPEQUÉM

Tepequém Jazz e Blues será realizado nos dias 06 e 07 de fevereiro no Platô 2112, 
na Serra do Tepequém


A terceira edição do ‘Tepequém Jazz e Blues Festival’ irá reunir bandas do gênero para tocar no palco do Platô 2112, na Serra do Tepequém, município de Amajari, nos dias 06 e 07 de fevereiro. Na programação, bandas de Manaus, Roraima e Venezuela, entre elas: ‘Os três do Jazz’; ‘RegioJazz’; ‘Serginho Barros Trio’; ‘Víctor Pium & Caxiri Atômico’; Banda Fourtune (AM); Viover, de Caracas; Orinoco Quartet, de Ciudad Bolívar; e Bolivar Blues, de Santa Elena de Uairén.

De acordo com o coordenador do evento, Joaci Luz, a proposta é consolidar a integração dos dois países por meio da cultura, embalado em dois ritmos musicais alternativos às festas de carnaval que ocorrem nesse período.

“O evento contará com uma agenda variada, composta de apresentações musicais com artistas de Roraima, Manaus e Venezuela, exposição e venda de artesanato regional e oficinas de música”, relatou.

O guitarrista Benjamim Mast, da Bolivar Blues, conta que a banda já participou do festival nas edições anteriores e esse ano o festival conta com maior participação das bandas venezuelanas. Para ele, existe muita expectativa para a edição desse ano. “Acho que terá muito público vindo da Venezuela, já que o festival fica mais famoso a cada ano”, relata.

O músico dá destaque para as bandas que irão se apresentar pela primeira vez. “Além da Bolivar Blues, haverá um show acústico da cantora Viover, que tem um repertório autoral e uma voz soul com muito ritmo. E de Ciudad Bolívar, a Orinoco Quartet, que faz jazz fusion com música venezuelana e do Caribe. Eles têm um som distintivo com um instrumento chamado vibrafone que tem uma sonoridade especial”, relata.

Ingressos

Será cobrado ingresso aos shows no, valor de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Para realização das oficinas, também será cobrada taxa de R$ 10,00. O espaço cultural também disponibiliza lugar para camping, passeios, café da manhã e restaurante, com preço a combinar.

Programação

Sábado, 06 de fevereiro
- 14 às 16h: Café concerto: pocket show com artistas que se apresentam à noite
- 16 às 17h: Ensaio aberto 
- 17 às 18h: Platô Sundown: música ao pôr do sol no Tepequém
- 21 às 01h: Show com artistas de Roraima (Os três do Jazz; RegioJazz; Serginho Barros Trio; Víctor Pium & Caxiri Atômico).

Domingo, 07 de fevereiro
- 07 às 08h: Yoga, com Sat Nam
- 08 às 12h: Oficinas de música (bateria, guitarra, violão e baixo)
- 14 às 16h: Café concerto: pocket show com artistas que se apresentam à noite
- 16 às 17h: Ensaio aberto com bandas que se apresentam à noite
- 17 às 18h: Platô Sundown: música ao pôr do sol no Tepequém
- 21 às 01h: Show com artistas de Manaus (Banda Fourtune) e da Venezuela (Viover, de Caracas; Orinoco Quartet, de Ciudad Bolívar; e Bolivar Blues, de Santa Elena de Uairén).

12 de jan de 2016

‘SUP PRAIA & SOM’ LEVA CULTURA, ESPORTE E CONSCIÊNCIA AMBIENTAL À PRAIA DO CAÇARI


A praia do Caçari, localizada as margens do rio Cauamé e tradicional ponto de encontro do boa-vistense nos fins de semana para se refrescar receberá neste sábado, 16 de janeiro, a primeira edição do projeto SUP PRAIA & SOM. A iniciativa de levar cultura, práticas esportivas e consciência ambiental a um dos cartões postais de Boa Vista é do Clã Cultural Makunaima em parceria com a Prefeitura de Boa Vista, Fetec, Secretaria Municipal de Gestão Ambiental e Assuntos Indígenas, e conta com apoio da Govinda Yoga e Roraimasup. 

O evento é o terceiro projeto a ser realizado pelo Clã Cultural Makunaima, associação cultural criada em 2015 por artistas e produtores culturais de Roraima que visam promover a cultura do extremo norte do Brasil e transformar a sociedade roraimense por meio de projetos, eventos e educação musical. 

SUP PRAIA & SOM 

‘Sup Praia & Som’ é um projeto do Clã Cultural Makunaima que visa despertar na sociedade por meio da música, artes integradas e esporte, o interesse na preservação e uso sustentável dos recursos naturais do nosso planeta. O projeto Sup Praia & Som apresentará para o público, shows musicais com artistas locais, aula aberta de yoga e passeio ecológico e educativo de stand up paddle. O evento será realizado na Praia do Caçari, neste sábado, dia 16 de janeiro, com entrada franca. Confira a programação: 

PROGRAMAÇÃO 

06:30h – Aula aberta de Supyoga na Praia do Caçari 
07:30h – Passeio de Sup com Limpeza do rio Cauamé 
15:30h – Regata de Sup no Rio Cauamé 
16:00h – Yoga Sunset com Aula aberta de Yoga 
17:00h – Shows Musicais 
com Bali-Rádio, Geração Roots, Míssil Javali, Victor Pium e Caxiri Atômico 

O CLÃ CULTURAL MAKUNAIMA 

O Clã Cultural Makunaima é uma Associação Cultural voltada para a produção musical, gestão de espaços para shows, espetáculos, eventos e festivais entre outras atividades artísticas, como congressos, exposições, festas, oficinas, palestras e workshops voltados para o segmento musical roraimense e o regionalismo amazônico. 

O grupo nasceu com o anseio de desenvolver projetos culturais que levem a música, e consequentemente a cultura roraimense, para além das fronteiras amazônicas, sendo reconhecida e ouvida por todo o mundo, por meio do fomento e participação em uma cadeia produtiva autossustentável e dinâmica, envolvendo todos que fazem parte do processo de construção da identidade musical genuinamente roraimense e amazônica, colaborando para que o cenário cultural de Roraima seja reconhecido como um dos grandes celeiros e nova referência da música brasileira produzida no século 21. 

Em 2015 o Clã Cultural Makunaima realizou seus primeiros projetos, o MÚSICA DO BEIRAL, que levou arte e cultura para o Bairro Caetano Filho e o projeto DIA VERDE que levou cultura e sustentabilidade ao Parque Ecológico Bosque dos Papagaios. 

Saiba mais sobre o Clã Cultural Makunaima no 
www.facebook.com/culturamakunaima 

SERVIÇO 
SUP PRAIA & SOM 
Onde? Praia do Caçari 
Quando? 16 de janeiro (sábado) 
Horário: 06:30h às 23:00h 
Entrada Franca 
Informações: 98113.0894 

COLUNA RORAIMAROCKNROLL - ANO 5 - 31ª EDIÇÃO


NESTA EDIÇÃO: GEORGE FARIAS, BOLIVAR BLUES, TEPEQUÉM JAZZ FESTIVAL, CORCEL 73, BALI-RÁDIO, NATHY PINHEIRO, NICK DIEGO, ANTIGA ROLL,  KALI, YORI DEVA, NARA MICHELLY, WOLFMOTHER, DAVID BOWIE.
________________________________________________________________________  

ABRE A CONTA
Bom dia rocker! Neste domingo nosso plano astral recebeu mais uma estrela: o Camaleão David Bowie. Difícil descrever em poucas palavras a obra, a vida e a influência de Mr Jones para o rock e cultural pop mundial... Um artista do quilate de David é uma inspiração cósmica que chega ao nosso mundo pra fazer dele algo único e arrebatador... Sua partida, aos 69 anos foi como toda a sua vida, glamorosa e surpreendente... Dias antes de sua morte deixou ainda o último disco recém-lançado, BlackStar, e 2 videoclipes subliminares que já prenunciavam a sua despedida. Fica aqui o nosso registro de amor, admiração e inspiração por um dos artistas mais incríveis que existiu em nossos tempos, e influência máxima na arte transgressora da cultura pop dos anos 70 até os dias de hoje. R.I.P David Bowie. Seja bem vindo à coluna Roraimarocknroll, porque a história do rock você lê primeiro aqui! Boa Leitura, e ótima terça-feira! Let’s go! - Victor Matheus.
________________________________________________________________________  

PAPO RETO 
*Créditos: J Pavani
O músico e compositor George Farias, 
responde a três perguntas do Papo Reto da nossa coluna: 

Recentemente você celebrou 30 anos de uma plural e inspiradora carreira... Ao olhar sua trajetória, que sentimentos e memórias você destaca? 

Principalmente o caminho, que vejo com muitos trabalhos realizados, e sinto que valeram a pena os dias de sono e as noites de ensaios e estudos. A memória musical que ganhei e que ainda aceita novas obras, e para isso, basta que sejam apaixonantes. 

O ensino da música é um dos caminhos da transformação da consciência humana e sempre fez parte do seu trabalho... Neste sábado (16/01) você realiza a segunda aula-show com uma oficina de música e harmonia básica... O que podemos esperar desse importante projeto para os músicos e o público? 

O estudo da música é fundamental para quem quer vivenciá-la e necessária para quem precisa crescer com seu trabalho. Vejo o estudo musical como total respeito ao produto final. 

Quem salva a música no Brasil hoje? 

Quem salva a música hoje em dia são os novos pensamentos. Precisamos garimpar coisas diferentes das impostas para a partir daí fazermos escolhas e seleções. 
________________________________________________________________________  

PUBLICIDADE

________________________________________________________________________  

TEPEQUÉM JAZZ & BLUES FESTIVAL 
*Créditos: Bolivar Blues
BOLIVAR BLUES confirmada no Festival
Nos próximos dias 6 e 7 de fevereiro, o PLATÔ2112 realiza o III TEPEQUÉM INTERNACIONAL JAZZ & BLUES FESTIVAL, na Serra do Tepequém. Este ano o festival contará com shows das bandas venezuelas Bolivar Blues, Blues del Sur, Orinoco Quartet, a banda amazonense Fortune, e as bandas roraimense Victor Pium & Caxiri Atômico, Sérgio Barros Trio e Regiojazz. A arte do festival este ano leva uma obra plástica do Mestre Paulo Artal. Bora lá? #plato2112 #tepequémfestival 
________________________________________________________________________  

PUBLICIDADE

________________________________________________________________________  

CORCEL 73
*Créditos: Corcel 73 
CORCEL 73 é uma banda roraimense de rock n’roll com influências de blues e jovem guarda, ou como a própria banda define, rock corceliano autoral. O grupo é formado por Mon Queiroz, Hugo Falkynner, Lucas de Oliveira e Idemar Nascimento. Saiba mais sobre a banda no www.tnb.art.br/rede/corcel73 #recomendo 
________________________________________________________________________  

MOMENTO POLAROID 
*Créditos: Naty Pinheiro
Pelas lentes de Naty Pinheiro, a história do rock roraimense é contada... O registro é da banda Bali-Rádio na Serra do Tepequém, realizando show no Platô2112... Uma bela imagem digna de polaroid! #polaroid #bali-rádio 
________________________________________________________________________  

ROCK LIST 
*Créditos: Arquivo Pessoal
O vocalista Nick Diego, da banda amazonense Antiga Roll, 
escolhe cinco músicas essenciais na sua #RockList. Confira: 

1. It's A Long Way To The Top (ACDC) 
2. Death of Me (Ramones) 
3. Cachorro Louco (TNT) 
4. Too Drunk To Fuck (Dead Kennedys) 
5. Runaround Sue (Dion And The Belmonts) 
________________________________________________________________________  

INSTAROCK 
A semana do rock roraimense no Instagram. 

#Wolfmother 
Siga @officialwolfmother 

#Nara_Michelly 
Siga @_naramichelly 

#Yori_Deva 
Siga @yorideva 

Siga o Instagram do Blog Roraimarocknroll @roraimarock 
________________________________________________________________________  

RORAIMAROCK INDICA
Confira os perfis e páginas que você deve acompanhar nas redes sociais 

#Tepequém_Jazz_Festival 

#Kali
www.facebook.com/KalinaRede
________________________________________________________________________  

LIVRO 
*Créditos: Editora COSAC NAIFY
'DAVID BOWIE' foi publicado por ocasião da exposição homônima, montada originalmente no Victoria and Albert Museum, em Londres, de março a agosto de 2013. O livro traça a carreira do artista desde a sua juventude nos subúrbios londrinos, suas influências e decisões, as descobertas durante as gravações dos primeiros álbuns, até tornar-se figura mundialmente aclamada, cuja obra provoca forte impacto na música e na arte de vanguarda do século XX de maneira geral. Este é o primeiro livro produzido com acesso irrestrito ao The David Bowie Archive, o arquivo pessoal de Bowie com letras originais, trajes de espetáculos, materiais, fotos e objetos. Textos dos curadores do Victoria and Albert Museum sobre a influência de Bowie no mundo da moda, além de ensaios sobre música, cinema, a questão do gênero, entre outros, completam a edição. 
________________________________________________________________________ 

FECHA A CONTA
Para se manter informado sobre tudo que acontece no rock roraimense 
Acesse o blog da coluna, no www.roraimarocknroll.blogspot.com
Siga-nos no twitter @roraimarock 
Curta nossa página no facebook/blogroraimarocknroll
Participe da coluna com sugestões através do e-mail roraimarock@gmail.com 

PUBLICAÇÃO 
JORNAL FOLHA DE BOA VISTA | CADERNO B 
COLUNA RORAIMAROCKNROLL | ANO 5 
31ª EDIÇÃO | 12/01/16