O Blog


INSPIRAÇÃO


O Blog Roraimarocknroll surgiu como uma extensão de um projeto pessoal do artista  Victor Matheus.


Em março de 2010, numa das viagens para shows da banda VELUDO BRANCO pelo Brasil, mais precisamente no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre-RS, Victor Matheus teve um inside: Ao perceber que estaria às portas de completar 10 anos de carreira artística decidiu escrever um livro biográfico da história do rock n’ roll roraimense partindo dos anos 2000 intitulado provisoriamente de ALMANAQUE DO ROCK N’ROLL RORAIMENSE.


Na carona da idéia, resolveu criar o Blog Roraimarocknroll para compartilhar as histórias dos bastidores das viagens da sua banda e publicar trechos desse novo projeto. Algo ambicioso, um grande desafio.


CONSOLIDANDO O PLANO ESTRATÉGICO


Durante o ano de 2010, Victor Matheus planejou secretamente seu projeto para provocar uma verdadeira revolução na cena rock de Roraima. Planejou por noites adentro como usaria a ferramenta que criara para atingir seu objetivo, concluindo que a melhor oportunidade estaria na edição do Grito Rock Boa Vista 2011, onde poderia expor todas as suas opiniões sem censura e provocar um grande choque de realidade no cenário roqueiro de Roraima.


Com a repercussão dos seus textos, resolveu expandir a proposta do blog, formatá-lo nos moldes de um portal de notícias, onde o público encontraria num mesmo espaço informações completas sobre a cena rock de Roraima. Estava concebida então a gênese do que hoje é o Blog Roraimarocknroll.


O BLOG RORAIMAROCKNROLL


O Blog Roraimarocknroll tornou-se um portal de informação sobre a cena rock de Roraima, com a proposta de fazer a cobertura de eventos, shows, acontecimentos relacionados à cultura do rock n’ roll roraimense e contar a sua história.


Dentro das pautas do Blog há a divulgação de agenda de shows de bandas de Roraima, cobertura audiovisual de eventos, shows e festivais pela WeBTV Roraimarocknroll, e sessões publicadas diariamente, com diversos colaboradores.

Outra proposta do Blog Roraimarocknroll é a produção de eventos locais com o objetivo de agitar e fomentar a cena de rock de Boa Vista de forma sustentável, promovendo a divulgação de bandas locais e formação de público para os artistas. Nesse contexto surgiu o SKINNI ROCK FESTIVAL BOA VISTA, HEY HO! LET'S GO!, A FESTA RORAIMAROCKNROLL, BATERAS ROCK BEAT e SEXTA ROCK DO ANTIQUE PUB.


VICTOR MATHEUS, OPERÁRIO DA MÚSICA

"Polêmico, intenso, temperamento forte, performático, exagerado, falante pelos cotovelos, respeitado, polêmico e odiado são alguns dos adjetivos comumente relacionados a Victor Matheus."

Victor Matheus
Victor Matheus, nasceu dia 21 de dezembro de 1985 (solstício de verão), na cidade de Porto Alegre-RS. Ganhou o nome do ídolo da música gaúcha – Teixeirinha, do qual o pai e avô materno são fãs.


Aos 4 anos mudou-se junto com seus pais e irmão para Boa Vista-RR. Com 7 anos, tinha o costume de pegar escondido discos de vinil de bandas clássicas de rock n’roll do “projeto de quarto improvisado” de Fred, também conhecido como 'Neguinho", colega de trabalho do seu pai na oficina mecânica do seu tio, para ouvir em casa na velha vitrola marca “national”. 

Despertava ali um sentimento pela música emulada das caixas de som, de bandas como ACDC, BLACK SABBATH E OZZY OSBOURNE, SEPULTURA, BEATLES, LED ZEPPELIN, RATOS DE PORÃO E RAUL SEIXAS. Anos mais tarde descobriria que o som que tanto o divertiu na infância e do qual não entendia uma palavra se quer nada mais era que o bom e velho rock n’roll.


Com inclinação instintiva para a música e artes desde que desenvolveu a fala e o caminhar, o garoto hiperativo e canhoto aprendeu os primeiros acordes de violão na mesma época que descobrira o rock, com o seu pai, o radialista Ídio Matos, que lhe ensinou a tocar o violão que ganhara de presente do amigo da família, o “Tio Renê”. Aos 14 anos decidiu estudar violão clássico ingressando nas aulas de violão do Sesc-RR, onde frequentou por apenas três meses, ampliando seu vocabulário de acordes e teoria musical com o professor Cláudio Moura. 

Após um acidente num jogo de futebol no qual quebrou o braço esquerdo e de domínio no violão, largou temporariamente o instrumento. Passados 8 meses voltou a tocá-lo e estudá-lo de forma autodidata. Numa noite de sexta-feira de alguma parte dos anos 2000, ao passar canais de TV viu algo que mudou para sempre sua vida e lhe inspirou a realizar seu maior sonho: Ao presenciar na TV  o guitarrista Slash da banda Guns N’Roses fazendo um solo de guitarra, sentiu que aquilo que vira na televisão era o que sempre quis fazer na vida: Tocar guitarra.


Aos 15 anos, ganhou a primeira guitarra do pai. Formou na ETFRR, onde passou a estudar no ensino médio, sua primeira banda com colegas de turma, chamada Papa Velhas, na qual foi guitarrista, que durou de 2001 a 2004 e tinha no repertório covers de pop rock nacional e músicas próprias, a maioria compostas por ele mesmo. Nesse período também participou de outras bandas, como a Pandora, por um breve período em 2003. Também tentou montar uma banda cover de Ramones em 2003, chamada Sobrinhos do Tio Neco, na qual durou apenas 2 shows. Com a Papa Velhas fez vários shows em Boa Vista, e um show tributo ao Mamonas Assassinas.


O encerramento das atividades da banda Papa Velhas desmotivou Victor Matheus que largou temporariamente a música. Ainda em 2004 ingressou na reformulada Mr Jungle assumindo as guitarras. Permaneceu no grupo até 2006. Com a Mr Jungle gravou 2 Singles totalizando 6 músicas, um Video-Clipe Promocional, realizou diversos shows em Boa Vista, incluindo um especial ao Pearl Jam, e realizou seu primeiro show fora de Roraima, na cidade de Manaus-AM em 2006 no Vitrolas Bar. Articulou a primeira participação da Mr Jungle num festival de rock fora de Roraima, o Beradeiros, em Porto Velho - RO, mas não chegou a tocar, pois saíra o grupo antes da viagem para esse show.


De 2005 a 2008 fez um curso de radialista e apresentou nesse período o programa de rádio Estilo Rock na FM Monte Roraima -107,9. O programa de rádio inovava por ser o primeiro do estado a tocar em sua programação muitas músicas de bandas de rock de Roraima e da cena Independente do Brasil, além de rock clássico não tocado com freqüência noutras rádios da cidade.


Decidiu no final de 2006 formar uma nova banda com o antigo companheiro de Pandora e Sobrinhos do Tio Neco, o baterista Cesar Matuza. Nascia a Veludo Branco. Em 2007, após algumas mudanças de formação, Victor Matheus decidiu assumir os vocais além da guitarra, com César Matuza na Bateria e Mirocem Beltrão no Baixo

No início da carreira da banda Veludo Branco, Victor Matheus foi muito criticado por não cantar afinado, mesmo assim não se importou com as críticas negativas e continuou persistindo na função de voz e guitarra, provando que dedicação e determinação podem superar qualquer dificuldade no caminho de um artista. 

Com a Veludo Branco gravou 4 discos elançou clipes, além de tocar nos principais Festivais de Rock da Região Norte, turnês pelo Rio Grande do Sul, e ganhar destaque na mídia independente, fazendo da Veludo Branco uma das bandas referência em rock no extremo norte do Brasil, chegando a marca de 10 anos de carreira.
 
Colaborou com a criação do coletivo Tomarrock em 2007, hoje Canoa Cultural, do qual integrou até 2010. Produziu eventos e shows,, tendo no currículo o maior destaque para a produção do Roraima Sesc Fest Rock 2010, no qual teve como atração principal Dado Vila Lobos (Legião Urbana). Já interpretou seu ídolo da guitarra - Angus Young, num especial ao ACDC. Produziu e Cantou na banda Rolling Bones. Também foi eleito delegado do setorial de música, para representar Roraima na Conferência de Cultura, realizada em Brasília – DF no ano 2010.


Atualmente, Victor Matheus é músico multi-instrumentista, líder da banda Veludo Branco,  e também segue carreira solo com a alcunha de Victor Pium & Caxiri Atômico, Também é poeta, escritor, agitador e produtor cultural, radialista, blogueiro, editor do portal roraimarocknroll, proprietário do Selo Independente Roraimarock Discos, e colaborador do jornal Folha de Boa Vista.

Nenhum comentário: