21 de jul de 2017

#UMF – 13 BANDAS CELEBRAM O DIA DO ROCK (PARTE 2)


Por Victor Matheus – Blog Roraimarocknroll

Boa Vista é a única capital do Brasil que tem em uma praça pública, no centro da cidade, rodeado pelos três poderes (executivo, legislativo e judiciário), monumentos turísticos (monumento ao garimpeiro) e prédios religiosos (Catedral), um bar de rock com shows ao vivo e gratuito para o público. 

Não há conhecimento ou registro de outro bar em outra capital do país com estas características, que fazem do Bar Roraima Moto Clube, o ponto de encontro de fãs de rock e do público boa-vistense para uma noite de diversão ao som ao vivo do bom e velho rock n’ roll.

Créditos: Victor Matheus
Exposição de Motos de Alta Cilindrada marcaram presença no #UMF

O Bar Roraima Moto Clube, ou #BardoRock, como é mais conhecido pelos frequentadores, já é um ícone cultural da noite boa-vistense. Localizado em um dos quiosques da Praça do Centro Cívico, cartão postal da capital de Roraima, o Bar abre semanalmente as sextas feiras para shows de rock ao vivo com bandas locais de diferentes estilos e gêneros, além de receber os amantes de motos de alta cilindrada e o mais diversificado, democrático e plural público de Boa Vista.

Sendo reconhecido como o ponto de encontro de roqueiros de Boa Vista, o #BardoRock foi local ideal para celebrar o #DiaMundialdoRock com o 1º Underground Moto Clube Festival.

Créditos: Victor Matheus
O Bar Roraima Moto Clube contou com uma estrutura de mais de 1.000 metros quadrados 
de área coberta para melhor conforto e segurança do público do #UMF

A estrutura do #UMF contou com tendas dispostas ao redor do #BardoRock, com mais de 1.000 metros de área coberta para dar melhor conforto e segurança ao público presente. Além das tendas, a estrutura do festival contou com uma área de alimentação com vendas de bebidas, churrasquinho e hambúrgueres, e um hall exclusivo para a exposição de motos de alta cilindrada e do clube do fusca e confraria do fusca. Já o palco do #UMF contou com uma estrutura de som, luz, fumaça e tenda, compatível com o local do evento.

Créditos: Victor Matheus
O jornalista e old rocker Jeremias Nascimento, 
foi o responsável pela apresentação da 1º noite do #UMF

A primeira noite de shows do #UMF contou com a presença das bandas Nós a Deriva, Prime Machina, Iekuana, Awaken, Veludo Branco e Ironia, com o show Especial Raimundos.

Créditos: Victor Matheus
NÓS A DERIVA abriu a programação de shows do #UMF

Às 22:45 a banda Nós a Deriva abriu a noite do Festival, tocando a emblemática música ‘Até quando esperar’, da banda Plebe Rude. O grupo apresentou ainda no show releituras de clássicos do rock nacional anos 80, com destaque para o baixista Noronha, numa performance incendiária que animou o público desde primeiros acordes.

Créditos: Victor Matheus
PRIME MACHINA - metal no talo para o deleite da massa headbanguer

Os decibéis elevaram no palco do #UMF com o segundo show da noite. A banda Prime Machina trouxe para o gargalo do palco uma horda headbanguer ávida por riffs pesados, bateria insana e vocais guturais. A Prime Machina foi à primeira banda de metal a tocar no #UMF provando que o público do metal é o mais insano de Roraima.

Créditos: Victor Matheus
IEKUANA - A maior banda de metal autoral de Roraima na atualidade

Com mais de uma década de estrada e um disco oficial lançado, a banda Iekuana provou mais uma vez por que é a maior banda de rock autoral da atualidade. A terceira banda a se apresentar no #UMF tocou clássicos do rock macuxi e apresentou músicas novas no show, mantendo o fiel público macux’s no gargalo do palco.

Créditos: Victor Matheus
AWAKEN - Heavy metal melódico autoral no #UMF

A banda Awaken subiu no palco do #UMF e apresentou para o público um show coeso com músicas autorais com destaque para a participação de Geraldinho, lenda do rock macuxi, tocando teclado. A Awaken é uma das revelações do ano do metal macuxi.

Créditos: Paula Marini
VELUDO BRANCO - power trio lançou o 5º disco da carreira no #UMF

O power trio Veludo Branco lançou no #UMF o 5º disco da carreira, intitulado ‘10 anos ao vivo mantendo o lastro’. Com 11 anos de carreira, Victor Matheus (guitarra), Paulo Henrrique (baixo) e Cesar Matuza (Bateria) mostraram o vigor do rock n’roll roraimense no #UMF.

Créditos: Victor Matheus
IRONIA - Clássicos do Raimundos no encerramento da 1º noite do #UMF

A primeira noite do #UMF encerrou com o show apoteótico dos veteranos da banda Ironia. Formada em 2001, a banda fez um show especial aos ícones do rock brasileiro dos anos 90, a banda Raimundos, deixando o público já inebriado de rock n’roll, ainda mais alcoolizado de riffs distorcidos ao som de hinos do rock brasileiro como ‘Eu quero ver o oco’ e ‘Puteiro em João Pessoa’.

Com um público presente acima do esperado pela organização do Festival, a primeira noite do #UMF encerrou as 4:11 da manhã, com muitos headbanguers transitando pela Praça do Centro Cívico, e ávidos por mais rock n’roll, que ainda rolaria ao vivo na segunda, e última noite do Festival em homenagem ao #DiadoRock.

Continua...



Saiba mais sobre o Underground Moto Clube Festival

Nenhum comentário: